• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

HISTÓRIA

Nasce, cresce e se consolida um sindicato de luta
O Semapi nasceu como fruto da organização de trabalhadores em assessorias, perícias, informação e pesquisa no Estado, além de empregados em empresas instituídas ou mantidas pelo governo estadual. O Sindicato teve a sua fundação oficializada através da carta sindical emitida pelo Ministério do Trabalho, em 14 de outubro de 1987, após mais de um ano de atividades na forma de associação profissional pré-sindical. Com a nova ordem implantada com a Constituição Cidadã de 1988, ampliou-se a representação dos trabalhadores da esfera pública e todos empregados das Fundações Estaduais passaram a integrar a categoria.
Acolher, integrar, trabalhar consciências e bem representar estes cidadãos é missão do Semapi.  Nessa perspectiva, no final dos anos 90, efetuou-se uma reforma estatutária, e a entidade passou a ser dirigida pela Diretoria Colegiada, como instância executiva, e pelo Fórum de Representação de Base e Assembleia Geral, instâncias deliberativas.
 
As negociações
A história do Semapi na organização e na representação dos trabalhadores é marcada pela participação e mobilização da categoria, desde a construção da pauta de reivindicações, às negociações e até ao estabelecimento de acordos e convenções coletivas. Alguns avanços foram conquistados, quando necessário, mediante ações judiciais, ou por mediação da Delegacia do Trabalho.
Como o judiciário é extremamente lento e os processos tendem a se arrastar por anos, o Semapi privilegia a estratégia negocial. No entanto, negociar não significa capitular, mas conduzir com firmeza e acompanhado por uma mobilização crescente da categoria. Assim, as conquistas e avanços foram marcados, ao longo do tempo, por grandes embates e fortes mobilizações, que passaram por atos públicos, campanhas midiáticas, passeatas, paralisações e greves.
Nestes anos de existência, pode-se afirmar que o Sindicato construiu uma forma participativa de negociação, sob o entendimento de que ampliar a informação sustenta o empoderamento da classe trabalhadora.

Lutas sociais dos trabalhadores
Desde sua criação, e com a inclusão das Fundações Estaduais no quadro de representados, o Semapi passou a ocupar lugar de destaque no cenário estadual – e até mesmo nacional, em alguns momentos –, pela sua inserção nos movimentos sindicais e sociais. Foi fundador do Movimento Gaúcho em Defesa da Constituinte, da Marcha do Sem e do Fórum Social Mundial. É filiado à CUT, em que tem assento na direção estadual, e ao DIEESE, tendo assento nas direções estadual e nacional.
O Sindicato também sempre atuou junto aos poderes instituídos – executivo, legislativo e judiciário –, buscando incidir na definição e no cumprimento de políticas públicas. Mobilizou-se junto às Constituintes estadual e nacional na defesa de direitos sociais, agindo diretamente na criação de artigos da Constituição Cidadã. No decorrer dos anos, sempre esteve mobilizado junto às instâncias de municípios, estados e federação, pelo aprimoramento das políticas públicas e direito nas áreas de interesse da categoria e dos trabalhadores em geral.  

Perspectivas
Como a História passa de mera narrativa de fatos à relação entre tempo, espaço, forças políticas locais e economia transnacional, outro mundo é possível. Portanto, o Semapi segue investindo em ações proativas, na formação da base e na qualificação política dos trabalhadores. A fase é maturidade: convivendo com as diferenças sem submissão ou resignação.

SINDICATO É PRA LUTAR.

Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
    (54) 3039 3033 (Caxias do Sul)
    (55) 3029 1232 (Santa Maria)
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Rua General Lima e Silva, 280 / Porto Alegre - RS - CEP: 90050-100
    Rua Pinheiro Machado, 1652 / 1º andar / Centro / Caxias do Sul
    Santa Maria: Rua Dr. Bozano, 1147 / salas 206A e 206B / Centro / Santa Maria
  • Newsletter