• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

ARTIGO SEMAPI - Brasil que não queremos!

Após a divulgação dos números alarmantes sobre desemprego no Brasil com a aplicação da “reforma” trabalhista, o então ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB), pediu demissão do cargo com a justificativa de que pretende concorrer nas eleições deste ano. Nesta semana, o PTB, detentor da pasta, indicou então a deputada federal Cristiane Brasil para o cargo. Não bastasse ser filha do presidente do partido, o ex-deputado Roberto Jefferson (condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro), a parlamentar já foi considerada culpada num processo trabalhista. É um deboche com o povo brasileiro!
 
Cristiane Brasil não assinou a Carteira de Trabalho dos motoristas que trabalhavam para ela e, ao final do contrato, também não pagou os valores referentes aos direitos trabalhistas, como férias e aviso prévio. Além disso, a excelentíssima deputada também é acusada de ter recebido caixa 2 para suas campanhas eleitorais, que tiveram 93% dos recursos provenientes de empresas hoje investigadas por corrupção. Como se não bastasse, surgiu a informação de um novo processo trabalhista movido por uma empregada doméstica contra Cristiane, e outra denúncia de que uma antiga motorista era lotada em um órgão público comandado pela deputada, apesar de nunca ter prestado serviço no local.
 
A partir desta indicação, podemos perceber nitidamente a importância que esse governo dá para o trabalhador no Brasil. Alinhada com as elites e o empresariado, a gestão pública vem sistematicamente retirando diretos da classe trabalhadora, que é justamente quem sustenta nosso País. Ao mesmo tempo, o Planalto vende a ideia de que o povo precisa fazer sacrifícios para alavancar a economia, enquanto bilhões são distribuídos a deputados e senadores para comprar apoio às antirreformas que beneficiam, justamente, os mais ricos.
 
É necessário - e imperativo - que os trabalhadores sejam respeitados, com leis que verdadeiramente os protejam. Os brasileiros estão cansados de serem explorados, desrespeitados, subestimados. A Justiça precisa não apenas ser aplicada, mas ser verdadeiramente justa.
SEMAPI Sindicato
 
Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Travessa Alexandrino de Alencar, 83, bairro Azenha - Porto Alegre/RS
  • Newsletter