• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

Ato pede justiça no caso de socioeducador morto

Na terça-feira (27), quando se completaram 30 dias da morte do servidor da Fundação de Atendimento Socioeducativo (FASE) Hadylson Padilha, foi realizado um ato clamando por justiça e mais segurança. A atividade aconteceu em frente à sede da Fundação, na capital.

Além de homenagear o companheiro, os trabalhadores da FASE reivindicaram justiça e mais segurança na Fundação, especialmente nas custódias, na instalação de câmeras de monitoramento e na troca de turnos. Infelizmente, o número de participantes na atividade foi pequeno diante da indignação que os trabalhadores têm relatado ao SEMAPI. Mas vamos continuar reivindicando melhores condições de trabalho, atuando junto à direção e a outras instâncias para que os problemas sejam sanados.

Entenda:

Hadylson Padilha, colega do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Novo Hamburgo, foi alvejado e morto no dia 27 de janeiro quando saía do trabalho. Homens num carro branco teriam disparado diversas vezes em direção ao veículo do socioeducador, que conseguiu fugir, mas morreu cerca de 300m depois. O crime ocorreu na troca de turno dos servidores.

Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Travessa Alexandrino de Alencar, 83, bairro Azenha - Porto Alegre/RS
  • Newsletter