• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

Data-Base 2018: Setor Privado tem reunião de mediação

Devido ao impasse na negociação da data-base 2018 do setor privado, o SEMAPI solicitou uma mediação junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-4), que foi realizada na manhã desta segunda-feira (26/11). Na audiência, o SESCON (sindicato que representa as empresas) reafirmou que só continua negociando se participar também das negociações com o governo do Estado para fundações, Emater/RS-Ascar e EGR.
 
O SEMAPI representa trabalhadores de diversas instituições e empresas, públicas e privadas, e sempre negociou as Convenções Coletivas separadamente, sendo que para o Setor Público era com o SESCON e Governo e do Setor Privado, apenas com SESCON, porque são categorias muito distintas. A questão é que o governo, desde 2017, não reconhece a representação do SESCON no caso das entidades ligadas ao Governo. No entanto, o SESCON está irredutível e disse não abrir mão dessa representatividade, impondo-a como condição para seguir a negociação do Setor Privado a participação na negociação do Setor Público.
 
Durante a reunião, o SEMAPI destacou que há uma questão específica entre SESCON e governo, e que 120 mil trabalhadores do setor privado não podem ser prejudicados por isso. "A nossa reivindicação é de que o SESCON reavalie esta situação e volte à mesa de negociação, sem condicionantes, assim como o Governo reconheça a representatividade do SESCON," afirmou a diretoria do SEMAPI.
 
Como não se chegou num acordo, uma nova reunião de mediação ficou agendada para o dia 4/12, às 17h30, na sala 506 do TRT-4 (Av. Praia de Belas, 1100, POA). Esperamos que os patrões (SESCON e Governo) sejam mais compreensivos e não continuem lesando toda a categoria por conta de uma decisão que não depende do SEMAPI.
Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Travessa Alexandrino de Alencar, 83, bairro Azenha - Porto Alegre/RS
  • Newsletter