• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

FEE faz estudo que norteia trabalho do governo do RS contra a Covid-19

Em momentos como este, em que um surto generalizado tem causado pânico na população e na economia, é imprescindível que possamos contar com estudos, análises, comparativos e previsões de especialistas. No Rio Grande do Sul, quem tem realizado este trabalho de pesquisas e projeções sobre o novo Coronavírus são os trabalhadores do Departamento de Economia e Estatística (DEE), que pertenciam ao quadro da fundação (FEE) erroneamente extinta durante o governo Sartori.

O estudo, entitulado "CORONAVÍRUS: Exercícios de projeções de casos para o Rio Grande do Sul", contém dados e projeções a respeito da evolução do vírus no mundo e no Estado. No material, estão descritos três cenários (Extremo, Agressivo e Moderado), levando em consideração a experiência de diversos países e as informações disponíveis até o momento. Dados diários de registros de infecções, recuperações e mortes internacionais, bem como os pontos que devem ser atentados para o caso específico do Rio Grande do Sul também estão no texto, que vem sendo utilizado pelo poder público para auxiliar na tomada de decisões sobre as ações de controle da Covid-19 no Estado.

O DEE concentra os mesmos cérebros que atuavam na antiga FEE, demonstrando que, além de não trazer economia alguma aos cofres públicos, a extinção das fundações deixou ainda mais evidente a necessidade de se investir em pesquisa, ciência e qualificação. Além de CIENTEC, FZB e FDRH (Fundações ligadas ao SEMAPI que estão em processo de extinção), lembramos ainda da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), que teve seu CNPJ cancelado e sua estrutura desmontada. Dessa forma, laboratórios foram fragilizados, o Centro de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CDCT) foi reduzido, e toda a sociedade saiu perdendo, pois o Estado poderia ter testes e diagnósticos para Covid-19 mais rápidos, além da produção de álcool em gel e medicamentos.
CLIQUE AQUI e acesse o estudo

 
Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Travessa Alexandrino de Alencar, 83, bairro Azenha - Porto Alegre/RS
  • Newsletter