• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

SEMAPI cria comitê de crise para monitorar situação dos trabalhadores

O SEMAPI Sindicato instituiu um comitê de crise, no dia 13 de março, com o objetivo de monitorar a situação dos trabalhadores de sua base, que engloba os funcionários de 16 fundações públicas de direito privado, além daqueles que atuam em empresas privadas das áreas de assessoramento, perícias, informações e pesquisas. O comitê de crise orientará a categoria e cobrará das instituições e empresas medidas eficazes de prevenção.

Como primeiras medidas, o SEMAPI encaminhou ofícios às diretorias das instituições do setor público (UERGS, EGR, fundações, EMATER, EPTC) questionando o que está sendo feito para resguardar a saúde de servidores e servidoras. Uma lista de ações foi encaminhada, com a solicitação de que o Sindicato seja avisado conforme cada uma delas for implementada. Pela dificuldade encontrada junto a algumas direções, e frente à grande quantidade de denúncias recebidas sobre o não-cumprimento das medidas instituídas pelo próprio governo, desde segunda (16) o comitê de crise passou a atuar diretamente nestas situações, buscando sua rápida e eficaz resolução, conforme pede a gravidade do momento.

Também foi iniciada junto ao sindicato patronal, SESCON-RS, uma negociação para garantir a segurança sanitária de trabalhadores e trabalhadoras de empresas privadas. Está na pauta a possibilidade de que as empresas ligadas ao SESCON-RS possam aderir ao Programa de Manutenção de Empregos em Decorrência da Pandemia do Covid 19 (Pró-Emprego), adotando medidas específicas com relação aos seus empregados: possibilidade de compensação de horas com prazo de até um ano, possibilidade de concessão de férias sem a necessidade de aviso prévio de 30 dias, férias coletivas sem o intervalo de 15 dias da notificação, teletrabalho com retorno imediato ao trabalho presencial quando for possível.

Segundo o sindicato, esse esforço tem por objetivo, além de preservar a saúde dos trabalhadores, garantir também a manutenção dos serviços públicos essenciais à população, com segurança e responsabilidade. A entidade acredita que ações como esta e a criação de um Gabinete de Crise por parte do Governo do Estado são importantes, porém é fundamental a representação dos trabalhadores para que sejam contemplados todos os setores da sociedade civil.

Mesmo com os atendimentos presenciais cancelados, o Sindicato segue recebendo denúncias e esclarecendo dúvidas por meio de suas redes sociais, telefones e e-mails. Mais informações em www.semapisindicato.org.br.


Texto publicado originalmente no Sul21 em 19/03/2020
https://www.sul21.com.br/ultimas-noticias/geral/2020/03/semapi-cria-comite-de-crise-para-monitorar-situacao-dos-trabalhadores-durante-pandemia/

 
Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Travessa Alexandrino de Alencar, 83, bairro Azenha - Porto Alegre/RS
  • Newsletter