• T-
  • T
  • T+
CÓDIGO SINDICAL: 565.000.02779-7
Filiado à CUT Contracts

SEMAPI participa de audiência pública sobre a socioeducação

A situação dos adolescentes em conflito com a lei no Estado foi debatida durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, no dia 25 de outubro. O tema foi proposto pela Pastoral do Menor e objeto de campanha da entidade intitulada “Ninguém nasce infrator”.

Na ocasião, foi indicada a criação de um grupo de trabalho para dar continuidade ao debate. Houve consenso nas falas em torno da importância da educação, especialmente do ensino fundamental, e na crítica à proposta de redução da maioridade penal.

O SEMAPI destacou a importância dos servidores, especialmente da Fundação de Atendimento Socioeducativo (FASE), para o cumprimento das medidas socioeducativas, apesar de todas as dificuldades que enfrentam. De acordo com o sindicato, os trabalhadores estão adoecendo com a sobrecarga de atividades, e, mesmo com toda a precariedade, conseguem implementar a socioeducação.

Um estudo com dados socioeducativos foi apresentado por Carina Ribas Furstenau, trabalhadora da Fundação de Economia e Estatística (FEE), instituição extremamente importante para o Estado e que o Governo Sartori pretende extinguir. Segundo a pesquisadora, verifica-se um alto índice de evasão escolar na faixa etária de transição da infância para a adolescência e, quanto à saúde, um aumento significativo de internações por transtornos mentais. Por faixa etária, adolescentes matam e morrem mais. A mortalidade aumenta ainda mais para os do sexo masculino e negros.

VEJA AQUI A REPORTAGEM DO RBS NOTÍCIAS QUE MOSTRA O ESTUDO DA FEE

Participantes

Proposta pelos deputados Jeferson Fernandes (PT), Miriam Marroni (PT) e Pedro Ruas (PSol), a audiência reuniu, além do SEMAPI e da FEE, representantes do Ministério Público, do Conselho da Criança e do Adolescente, da Pastoral do Menor, da FASE, do 3º Juizado da Infância e Juventude, da Defensoria Pública, do Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil e também interessados pelo tema, como familiares de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.
 
 
Com informações da Assembleia Legislativa

 
Voltar
  • SEMAPI-RS
  • 0800 5174 06
    (51) 3287 7500
  • ouvidoriasemapi@gmail.com
  • Travessa Alexandrino de Alencar, 83, bairro Azenha - Porto Alegre/RS
  • Newsletter